Atenção: Esta loja está em Implantação. Nenhum pedido deverá ser considerado. Itens expostos são apenas testes. Aguarde e volte em breve!
Carrinho de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

23/01/2020

Brincando ao Ar Livre

O Dia de Aprender Brincando, que acontece no dia 17 de maio, é uma campanha global que promove o brincar e o aprender ao ar livre. Na hora de planejar as atividades para este dia, é essencial pensar em brincadeiras inclusivas para que todos os alunos tenham a oportunidade de vivenciar os benefícios da aprendizagem fora da sala de aula. Nesses contextos, é importante que os educadores se envolvam nas atividades, atuando de forma atenta às necessidades dos alunos. 
Para te ajudar no planejamento do Dia de Aprender Brincando, listamos algumas atividades inclusivas ao ar livre que podem ser trabalhadas com todas as crianças. Confira:

 

 

1. BRINCANDO COM SOMBRAS
Para desenvolver os movimentos corporais e ativar a curiosidade dos alunos, a sugestão é brincar com as sombras. No pátio da escola, por exemplo, as crianças podem brincar de um pega-pega diferente, onde uma deve correr para pegar a sombra da outra. Também é possível brincar de teatro com as imagens projetadas nas paredes pelas mãos e outros objetos e até criar histórias usando moldes do alfabeto e de palavras.

 

 

2. ALFABETO NA NATUREZA
O processo de alfabetização pode ser levado para fora da sala de aula em uma atividade para construir um dicionário a partir da natureza. A ideia é explorar a área externa da escola em busca de insetos, animais e plantas com diferentes iniciais para completar as letras do alfabeto. Assim, o estudante entra em contato com elementos naturais como terra, água, plantas e insetos, fazendo um registro a partir do que foi encontrado. Dessa forma, amplia-se o vocabulário das crianças e se apresenta um novo universo de aprendizagem, muito mais lúdico.

 

 

3. CAIXA DOS SENTIDOS
Nesta atividade, os alunos devem sentir os elementos da natureza e descrevê-los aos colegas. Para isso, faça dois buracos na lateral de uma caixa de papelão para que as crianças consigam colocar a mão no interior. Dentro da caixa, deposite pedras, folhas, galhos ou um punhado de terra. A intenção é que as crianças explorem os sentidos durante a brincadeira e falem para os outros o que estão encontrando na caixa.

 

 

4. DESAFIOS NA AREIA
A ideia da brincadeira é proporcionar uma experiência sensorial e desafiadora às crianças. Sentadas na areia, elas devem ser incentivadas a realizar diversos desafios naquele espaço. Você pode pedir que criem formas geométricas com as mãos, que construam um caminho ou até que encontrem brinquedos previamente escondidos. A atividade estimula o desenvolvimento da coordenação motora, a criatividade e o trabalho em equipe entre as crianças.